Barro & Balaio: Dicionário do artesanato popular brasileiro, de Raul Lody

Balaio 
Substantivo masculino. Nacional
Cesto feito a partir do trançado de variadas fibras naturais. Possui uma grande boca e pode ter alças. Utilizado para colocar e transportar  frutas,  peixes,  milho e diferentes objetos.


Adoro relembrar como alguns livros entraram na minha vida. O de hoje, conheci por acaso. 
No início de março, comecei a acessar catálogos de algumas editoras para anotar os títulos sobre artesanato e fazer uma listagem de próximas aquisições. Li o nome do autor e pensei: "Conheço esse nome de algum lugar...".
De fato, conhecia o nome de Raul Lody, pois estou lendo o "Artesanato Brasileiro" (FUNARTE, 1980), onde Lody foi o responsável pela pesquisa e legendas, assinando um dos textos da orelha. Lody é "autor de vastíssima obra publicada na área das tecnologias tradicionais, com ênfase na cultura material de matriz africana no Brasil, nas área da antropologia da alimentação e nos "ofícios" do nosso artesanato". 
Sem pensar duas vezes, adquiri o meu exemplar de "Barro & Balaio: Dicionário do artesanato popular brasileiro" (Companhia Editora Nacional, 2013). 
Raul Lody afirma em sua Nota de Autor que "O dicionário é o depoimento de um viajante que segue caminhos pessoais e profissionais motivado pela amorosidade ao que é capaz de fazer essa mão brasileira. Muitas, incontáveis mãos, que trabalham, que fazem do barro o pão de cada dia". 
"Barro & Balaio" reúne 1.800 verbetes que apresentam as mais diversas facetas do artesanato brasileiro, conceituando as técnicas, materiais, objetos etc. e apresentando se o termo é de uso nacional ou local.
Após a Nota do Autor, temos as seguintes seções: Ofícios: Organizações histórias do trabalho; Artesanato Tradicional: O limiar entre nostalgia e mudança; O saber e o fazer: Cerâmica, a arte do barro; Madeira, entalhes e esculturas; Trançados em fibras naturais; Teceleagem, fios urdidos e tramados em teares; Rendas e bordados; Metais, couro e outros materiais. 
São textos que julguei de fácil compreensão e bem rapidinhos de ler. 
Quanto à leitura do dicionário. Geralmente, eu não leio dicionários inteiros (Alguém lê?), mas esse eu li da primeira à última palavra. Assim, fica a critério do leitor: se vai ler uma letra por dia/semana ou consultar de vez em quando.
Um dos vários aspectos que gostei em "Barro e Balaio" são as fotografias que enchem as páginas de cor e vida. Mesmo estando longe dos ambientes das feiras, museus, lojas e das pessoas, dava para sentir o calor humano que as fotografias do Jorge Sabino registraram. 
Como a sinopse deixa bem claro: "É um amplo olhar sobre o Brasil e sua diversidade étnica e cultural", um livro que adorei ter conhecido por acaso e encheu meus dias de cor. 
Enfim, adorei! 

Algumas fotografias e links: 






Pequena biografia de Raul Lody no site da Editora Pallas. 

- Ficha Técnica
Autor: Raul Lody
Fotografias: Jorge Sabino
Editora: Companhia Editora Nacional 
Idioma: Português
ISBN: 9788504018363
Páginas: 400
Ano de Publicação: 2013




Artesanato e costura, além de livros no Instagram @Acervo745