Pular para o conteúdo principal

Livros com Protagonistas Costureiras



Originalmente publicado no perfil do Acervo745 no Instagram, decidi replicar essa lista de seis livros  que possuem como protagonistas costureiras. Segue a lista!


A Costureira de Khair Khana

Gayle Tzemach Lemmon

Editora: Seoman 

A  vida  que Kamila Sidiqi conhecia mudou  da noite para o dia quando o  Talibã  tomou o controle da cidade de  Cabul.

Depois de estudar para ser professora durante a guerra civil - uma conquista rara para qualquer mulher afegã - Kamila foi confinada à sua casa e proibida de continuar estudando.

Quando seu pai e seu irmão mais velho foram obrigados a abandonar a cidade, Kamila se tornou a única provedora de seus cinco irmãos.

Tendo apenas a coragem e a determinação como armas, ela pegou agulha e linha e criou sozinha um próspero negócio.


O Tempo Entre Costuras

María Dueñas

Editora: Planeta

María Dueñas combina uma prosa envolvente com personagens reais e ficcionais. Sira Quiroga é uma jovem costureira que, na Madri dos anos 1930, se apaixona por Ramiro. 

Ainda que mal o conheça, decide deixar o país por aquele novo amor. Porém,  destino lhe reserva uma série de surpresas, a começar pelo desaparecimento de Ramiro pouco depois de chegarem ao Marrocos. 

A partir daí a jovem se converte, quase sem se dar conta, numa peça-chave na luta contra o fascismo europeu da ditatura franquista em sua Espanha natal ao nazismo na Alemanha. 


Entre Irmãs

Frances de Pontes Peebles

Editora: Arqueiro 

Nos anos 1920, as órfãs Emilia e Luzia são as melhores costureiras de Taquaritinga do Norte, uma pequena cidade de Pernambuco. 

Um dia, chega a Taquaritinga um bando de cangaceiros liderados por Carcará. Impressionado com a franqueza e a inteligência de Luzia, ele a leva para ser a costureira de seu bando. 

Anos após, em Recife, Emília descobre que Luzia ainda está viva e é agora uma das líderes do bando de Carcará.

Sem saber em que Luzia se transformou após tantos anos vagando por aquela terra escaldante e tão impiedosa quanto os cangaceiros, Emília precisa aprender algo que nunca lhe foi ensinado nas aulas de costura: como alinhavar o fio capaz de uni-las novamente.



A Costureira de Dachau

Mary Chamberlain

Editora: Harper Collins 

A Costureira de Dachau conta a história de uma mulher abandonada e traída, que precisa sobreviver sozinha em meio às tragédias da maior guerra que o mundo já enfrentou. 

Quando Ada por fim acredita estar em sua busca por redenção, o passado bate à sua porta. 

Forçada a enfrentar seus fantasmas e os segredos de sua vida que tanto buscara superar, ela será obrigada a decidir entre a verdade e a sobrevivência.

Cada pessoa passa por uma guerra pessoal.  Qual seria a de Ada Vaughan?


A Vingança está na Moda

Rosalie Ham

Editora: HarperCollins 

Tilly Dunnage decide retornar à sua cidade natal, já adulta, em busca de uma nova vida. 

Munida de sua máquina de costura e seu requinte único, ela impressiona as mulheres provincianas de Dungatar com seus conhecimentos das últimas tendências da moda, mas não recebe muito em troca. 

Tilly decide, então, arquitetar um plano bem mais sombrio. 

Rosalie Ham convida o leitor a visitar o interior da Austrália e a conhecer personagens fascinantes cheios de intrigas, conduzindo a narrativa até uma reviravolta surpreendente.


Querido Dane-se

Kéfera Buchmann

Editora: Paralela 

Sara é uma estilista em formação que trabalha como costureira para a estilista mais badalada do momento. 

Enquanto lida com o rompimento com o ex-namorado e ter que atender a nova namorada do rapaz, Sara começa a repensar sua vida.

Ela percebe que está diante de uma pessoa cujos anseios e gostos conhece pouco: ela mesma. 

Querido dane-se é a primeira ficção de Kéfera Buchmann, que, sem abandonar o bom humor de sempre, fala sobre autoestima, empoderamento e a importância de compreender os próprios desejos para se tornar alguém feliz.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quero Ler: Coleção "De lá pra Cá"

  Vocês conhecem a coleção "De lá pra Cá", publicado pela Mazza Edições?  "Como a magia dos clássicos não tem fronteiras, nos sonhos de meninas e meninos brasileiros os personagens têm suas feições e habitam o cotidiano" Atualmente, a coleção possui seis títulos escritos por Cristina Agostinho e Ronaldo Simões Coelho com ilustrações de Walter Lara.  Coleção:  De lá pra Cá Autores:  Cristina Agostinho e Ronaldo Simões Coelho Ilustrador:  Walter Lara Editora:  Mazza Edições Rapunzel e o Quibungo Como a magia dos clássicos não tem fronteiras, nos sonhos de meninas e meninos brasileiros os personagens têm suas feições e habitam o cotidiano. Foi assim com uma Rapunzel nascida na Bahia – linda menina negra que veio ao mundo com longos cabelos que não paravam de crescer. Excelente cantora, Rapunzel despertou a cobiça do monstro Quibungo e precisará da ajuda do seu príncipe brasileiro para encontrar um final feliz. Chapeuzinho Vermelho e o boto-cor-de-rosa Como a magia dos

FNLIJ: Selo Altamente Recomendável 2020/Produção 2019

Criada em 1968, a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ é a seção brasileira do International Board on Books for Young People - IBBY. O Prêmio FNLIJ "teve a sua primeira versão em 1974, com a instituição do Prêmio O Melhor para a Criança".  A 46ª Seleção Anual do Prêmio FNLIJ 2020 – Produção 2019 possui duas fases, na primeira fase são escolhidos "os livros Altamente Recomendável, que recebem o Selo Altamente Recomendável FNLIJ. São considerados livros Altamente Recomendável, os títulos que compõem a lista final para a escolha dos vencedores ao Prêmio FNLIJ".  Em 10 de setembro, pelo Facebook, a FNLIJ anunciou os livros vencedores da 46ª Seleção Anual. "Dos 580 livros recebidos, foram premiados 14 títulos, de 10 editoras, em 15 categorias".  E, mais recentemente, em outubro, foi divulgado a lista dos 85  livros que foram contemplados com o selo Altamente Recomendável.  Gosto muito de conferir a lista de premiados e daqueles que recebem o S

Um lençol de infinitos fios, de Susana Ventura

Maria deseja ser escritora, então escreve seus pensamentos, cotidiano e histórias em seu inseparável caderno.  A menina nasceu na Bolívia, mas vive em São Paulo com sua família desde muito pequena. Junto com seus amigos - que são filhos de pais de diversas nacionalidade -, eles preparam um trabalho escolar sobre os países da América Latina.  Em uma das idas à Biblioteca Mário de Andrade, Maria e seus amigos conhecem a jovem Ludmi. Nascida no Haiti, a jovem acabara de chegar em São Paulo em busca do pai. Enquanto preparam o trabalho da escola, os amigos unem forças para ajudar Ludmi a encontrar o pai.  Adorei ler esse livro, pois ele une o que mais gosto: histórias de amizade, personagens crianças/adolescentes e circulam pelas bibliotecas da cidade de São Paulo.  “Um lençol de infinitos fios” é um livro de poucas páginas, mas que possui uma linda mensagem ao apresentar o poder que a solidariedade e amizade tem.  Ah, e o siginificado do título foi um dos momentos mais b